Energia Sexual

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Energia Sexual

Mensagem  Admin em Qua Abr 07, 2010 10:38 am

Energia Sexual

A energia sexual é outro nome para a nossa força de vida, é o ki herdado em potência. De uma forma ou de outra todos os seres vivos provêm dela, desde as plantas aos animais.
A palavra sexo tornou-se condenada pelas religiões: caso contrário, não existe nada de mal com ela. Ela é a sua verdadeira fonte de vida e, como tal, de saúde e bem-estar. A energia sexual é uma energia natural e pura: Todos nós nascemos dela, somos um subproduto dela. Ela é a sua energia criativa, que move para a frente. Quando o pintor pinta ou o músico toca, tido isto, são expressões da sua energia de vida.
Não só as crianças nascem da energia sexual, mas tudo o que o homem criou na Terra veio da energia sexual. A energia sexual pode ter muitas transformações: no mais baixo ela é biológica, animalesca, densa, egoísta, vazia, vibratóriamente baixa, desprovida de emoções e de sentimentos, é o instinto animal a manifestar-se; no mais alto, é espiritual, é bela, emocional, sublime, que alimenta e completa a alma, de vibração elevada, de comunhão, de crescimento e amadurecimento. Isto tem de ser entendido: todas as pessoas criativas são altamente sexuais, desde os artistas, místicos e todos aqueles que trabalham com fluidos energéticos.
As pessoas que trabalham directamente com energias fluídicas talvez sejam as pessoas mais sexuais da Terra, porque ficam repletas de energia, estão cheias de energia, abundantes, a transbordar...
A energia sexual é o seu potencial para o crescimento espiritual. Pode-se tornar iluminado através da sua energia sexual quando bem dirigida e bem entendida, pois o mundo é a dimensão limitada, uma espécie de prisão para nós humanos, onde existimos no presente, subordinada a dezenas de leis limitadoras, para a esmagadora maioria, a provocar o sofrimento do Eu, saudoso da Casa do Pai ou, por outras palavras, da sua verdadeira Pátria. O período de involução, cujo objectivo foi o de aprender a trabalhar a matéria já terminou dando lugar à evolução ou afastamento da cresce à qual a maioria se conserva voluntariamente amarrada, desastre com todas as consequências nefastas a que assistimos nos nossos dias.
Mesmo hoje, não se entende exactamente o que é o sexo. Ele não precisa, nem deve de ser reprimido, porque é a sua própria energia. Tem, isso sim, de ser transformada, certamente; tem que ser levado à sua pureza mais elevada. E quando começa a mover-se para cima o sexo torna-se Amor, o sexo torna-se compaixão, e, no final, o sexo torna-se explosão do seu Eu interior, a iluminação, o despertar, o Ser iluminado. Mas a energia sexual pode apodrecer, pode degenerar em perversões e fazer cair, desenraíza, puxá-la para mundos inferiores energeticamente, deixando-a adormecida e hipnotizada. De uma forma simplista, pode-se dizer que a vibração da mente pode ser aumentada desde o nível de mente instintiva inferior vibratório deste corpo carnal (sexo por prazer biológico), passando pelo nível vibratório de mente intelectual ou intelecto (muito menos denso e menos primitivo), até alcançar o mais alto estado vibratório deste corpo ou veículo, chamado mente espiritual ou alma (relação de Amor).
A mente instintiva foi necessária e a primeira que o ser humano alcançou na escala de evolução, permitindo-lhe a sobrevivência física, o funcionamento dos órgãos, o procedimento inconsciente, mas nunca devemos esquecer, porém, encontrar-se nela o depósito dos apetites, das paixões, dos desejos, instintos, sensações, sentimentos e moções de ordem inferior, manifestado pelos humanos ainda em estado de sonambulismo.
A mente intelectual surge em resultado de um trabalho de meditação filosófica do ser sobre si próprio, aliado ao estudo e conhecimento das ciências correntes, fornecendo a razão e os princípios éticos e morais, mas não permitindo ainda obter a Consciência do Eu nem realizar o trabalho alquímico de transmutação ou de co-criação.
A mente espiritual desperta-se pela prática do Amor e do Serviço ao próximo, desenvolve-se pela componente da imaginação criadora, funcionando como campo onde toda a alquimia da alma se desenvolve, até constituir uma passagem para adquirirmos a Consciência do Eu, porta de entrada na Casa do Pai.
Então é fácil de perceber que a energia sexual, se entendida naturalmente, ajudada a mover-se para cima, na direcção de espaços silenciosos, a passar através do seu coração e atingir o ponto mais alto do seu corpo, sentir-se-á grata a esta energia. Exactamente agora sente-se envergonhada.
Esta vergonha e o sentimento de culpa são criadas pelas organizações religiosas, pelas sociedades, organizações. Naturalmente, a questão surge: porque fizeram do sexo uma confusão? E, ao confundir o sexo, confundiram a humanidade, a sua mente e o seu crescimento. Porquê? Porque este é o meio mais simples de manter as pessoas na escravidão. Este é o meio mais simples de manter as pessoas culpadas, e as pessoas que sentem culpa não podem levantar a cabeça em revoltas nem exigirem a Verdade. Por este motivo é que existem supostos líderes religiosos, porque se o homem conhecesse a Verdade não precisava deles, alcançariam a iluminação por eles próprios. Então como é que eles alimentariam o seu ego, as suas paixões e viviam do quê? Como conseguiam que se mantivesse na ignorância? Assim, todos os interesses investidos queriam que o homem perdesse a sua dignidade, auto-respeito, sentisse culpado, envergonhado. Garantiram assim as suas posições. Condenaram o sexo continuamente, e as suas condenações levaram a humanidade para um estado miserável, um estado psicologicamente doentio e anormal... Perde-se o respeito pelo corpo à procura de um prazer fugaz, vã, que nos leva ao desequilíbrio energético.
As relações sexuais destinam-se, fundamentalmente, a permitir a construção de mais um corpo necessário à reencarnação de um outro Eu, tendo a Natureza proporcionado certa dose de prazer nesse acto, embora fugaz, pois, caso contrário, poucos ou nenhuns o praticavam, bloqueando desse modo, a evolução. Só que os seres humanos, impelidos pelas entidades que comprazem no mal e que não querem que o homem desperte do sono hipnótico, mantendo-o num estado sonâmbulo para que o Planeta Terra não progrida, e por estarem desejosas de se alimentarem das vibrações baixas produzidas pelas nossas mentes instintivas, fizeram do sexo uma obsessão, um espectáculo, uma industria a movimentar somas astronómicas.
E sem problema de maior, mercê dos modernos métodos anticoncepcionais e de leis permissivas sobre a prática do aborto, veio incrementar a procura das relações sexuais apenas com a finalidade de obtenção de sensações de baixa vibração. Hoje, conhece-se alguém e vão logo para a cama. depois do acto, desaparecem e, por vezes, nem o contacto e nem o nome da outra pessoa sabem. Existe quem acorde de manhã e sente-se estranha, suja, e tem vagas ideias que, com a bebedeira ou com ingestão de aditivos, teve relações sexuais com alguém mas tão pouco sabe com quem. Pobres humanos adormecidos!
Quando aprender a usar a sua energia sexual verá que portas engrandecedoras se abrem. Sentirá completa, equilibrada com o Todo, agradecida e amada.
Todos estes crimes são perpetuados pelos seus supostos líderes virtuosos. Mas fizeram este mal durante milhares de anos e continuam a fazê-lo. Veja-se a passagem Bíblica no Jardim de Éden: Adão e Eva andavam nus. Eram felizes, viviam no Paraíso até descobrirem o sexo. Só nessa altura é que viram que estavam nus e sentiram vergonha, até lá não. Porquê? Porque o sexo é algo totalmente natural. Não há nenhum mal nele, bem pelo contrário, é fonte de vida. E é bom lembrar que a Bíblia é produto das organizações religiosas, do homem, não da Natureza.
Ao invés de ajudarem o homem a sublimar as suas energias, torná-las criativas, só foram capazes de forçar o homem a reprimir as suas energias. Energias reprimidas tornam-se cancro, energias reprimidas criam todos os tipos de perversões e doenças. São responsáveis pelos bloqueios energéticos e, por conseguinte, pela panóplia de patologias conhecidas e por conhecer. Tudo é energia em movimento. Se ela não movimentar-se entra em estagnação, apodrece. Nunca se viu tanto devaneio sexual como agora. As vibrações animalescas dominam o homem e, ele, pobre adormecido, nada vê à sua frente. Devaneio sexual crescente e, proporcionalmente, doenças novas a surgirem quase diariamente.
A mente humana tornou-se pervertida quando começou a seguir os sacerdotes e políticos contra a sua natureza. A perversão acontece no momento em que vai contra a sua natureza, não antes. Não pode deitar a sua natureza fora, ela está dentro de si, faz parte de si. Mas se vai contra ela, a expressão natural está fechada, a energia não-natural começa a encontrar alguma outra forma para sair e a porta de saída são as perversões e as doenças.
Tanta tristeza e angustia nos seres humanos. Dormem adormecidos, correndo parados sem sair do mesmo sítio, cansados, de tanto andarem sem saberem para onde. Olham e vêem tudo em movimento… Pobres cegos que por verem as coisas em movimento pensam que estão a andar mas, na verdade, estão parados e o que vêem a andar é a vida a passar por eles e, nem tão pouco têm consciência disso. Tal é a cegueira.
Pare e escute o seu corpo! Oiça-o pela sua saúde. Oiça-o e sinta o que ele diz. O seu corpo é mais sábio que você! Antes de ter consciência da sua existência ele já existia para a abrigá-la. Oiça o seu corpo e escute do que ele se queixa. Que sensações sente? Que desconforto? O que é que ele grita? E, decerto, como grita…
Não tenha vergonha de si mesmo. AME-SE!
Reserve um tempo para si e quando digo para si é só para si. Este tempo é para estar sozinha acompanhada por si e não com a enxurrada de pensamentos que carrega consigo.
Escolha um lugar de que goste e apenas esteja consigo. Sinta o seu corpo, sinta as diferenças de temperaturas nele… Sinta a sua respiração, o bater do coração, o sangue a circular por si. Apenas sinta. Sinta, ao longo do seu corpo, zonas que gradualmente vão despertando. Apenas sinta! Que sensações está a ter? Para que lado as suas mãos caminham? Que movimentos subtis fazem despertar o seu corpo? O que é que ele diz? Se sentir algum desconforto, dor, ou sensação desagradável pare nessa zona e pergunte porque? O que é que o seu corpo está a querer dizer. Pergunte e faça silencio para que ele possa responder!
Deixe a sua energia fluir. Deixe-se banhar nas suas águas libertadoras. Respeite-se, Ama-se e desperte!

Muita Paz
Mário Cardeal
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 62
Data de inscrição : 14/02/2010
Idade : 55
Localização : Vila Franca de Xira

Ver perfil do usuário http://nascentedeluz.livre-forum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum